segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Oficinas de Customização e Jóias de Asé: processos coletivos de geração de renda!


Nas últimas quinta e sexta (16 e 17) de outubro, realizou-se na Escola Agrícola Margarida Alves (Ilhéus-BA) a Oficina de Customização, técnica de arte manual que está sempre transformando o velho em novo, ministrada por Preta Ashanti e Bianca Maria.  Nessa oficina aprende-se diferentes tipos de pontos com agulha e linha de crochê, aplique de tecidos e miçangas, dando possibilidade de criar e reinventar tanto roupas como também painéis, usando pintura e desenho.

A atividade contempla um projeto de apoio ao protagonismo das mulheres através da mobilização e formação para o acesso a políticas públicas. Também prevê a implantação de ações de desenvolvimento da autonomia econômica através de processos coletivos de geração de renda.


Já no sábado (18), foi realizada no Terreiro Matamba Tombenci Neto (Ilhéus-BA) a Oficina Joias de Asé, fazendo parte das atividades do Projeto ‘‘Mãe Ilza Mukalê: Música, Identidade e Memória’’. Jóias de Asé é uma linha de produção de adereços e adornos para o corpo, usando miçangas e sementes com representação dos orixás, exibindo nas joias (colares, pulseiras...) histórias e contos de um Deus.

FOTO: Flávio Rebouças
FOTO: Flávio Rebouças

FOTO: Flávio Rebouças