sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Quilombo Incena ocupa o Quilombo de Lagoa Santa com filmes e debates

Entre os dias 29 de outubro e 03 de novembro, o Quilombo Lagoa Santa, em Ituberá (BA) será o foco principal do movimento cineclubista e do cinema comunitário baiano. Neste período, serão realizados na localidade a Mostra Quilombo Incena e o Fórum Baiano de Cinema Comunitário, com a participação de cineastas, lideranças comunitárias, coletivos, estudiosos e a comunidade local.
O Fórum tem uma programação de discussões organizada a partir dos eixos: Produção - caminhos e possibilidades para desenvolvimento e difusão do cinema negro em comunidades; e Distribuição e acesso – desafios e perspectivas do acesso de comunidades rurais ao cinema brasileiro e ao cinema negro.
No turno oposto às atividades do Fórum será realizada a Mostra Audiovisual Quilombo In Cena, com a exibição de filmes documentários, curtas e longa metragens focados em conteúdos étnicos raciais. Cada filme será debatido com a participação de mestres e mestras da cultura popular e lideranças comunitárias e quilombolas de todo o país.
Os dois eventos se complementam e fazem parte do projeto Quilombo Incena, que tem como principal objetivo a ampliação do acesso ao cinema por comunidades rurais, em especial as comunidades quilombolas. De acordo com Say Adinkra, que coordena o projeto, “o fortalecimento da rede de cineclubes e outras experiências de cinema comunitário em comunidades rurais e periféricas é fundamental para a democratização do acesso. Essas localidades e seus moradores estão excluídos dos circuitos comerciais de produção e distribuição.”
Ela destaca ainda a importância de propiciar o acesso a conteúdos em comunidades rurais e quilombolas: “o quilombo é um território cultural legítimo, e os bens e serviços culturais precisam chegar até . Os quilombolas não deveriam ter que sair de seu quilombo pra ter esse tão importante acesso. Por isso, vamos subir com o cinema e montar o evento lá, independente das dificuldades de estrutura.”

Mobilização

As movimentações e preparativos para a realização dos eventos em Ituberá foram iniciados há meses, com o Mapeamento de Cineclubes da Bahia. O projeto disponibilizou uma ferramenta de mapeamento na internet, onde os cineclubes podem se cadastrar e se inserir num mapa, com dados para contato, e informações sobre suas experiências, descobertas e dificuldades. O processo contou com as parcerias do Conselho Nacional de Cineclubes (CNC) e da União de Cineclubes da Bahia (UCCBA). Ao todo, 62 cineclubes de todas as regiões do Estado se inseriram no mapeamento. A ferramenta permanece disponível, no endereço http://quilomboincena.tk.
Todos os coletivos que participaram dessa fase estão sendo convidados para o evento, que tem vagas limitadas. As participações serão definidas por ordem de entrega das fichas de inscrição, até o limite de 27 coletivos participantes, custeados pelo evento. O projeto oferece apoio financeiro para o transporte terrestre, além de estrutura de camping e alimentação coletiva..
O projeto, financiado pelo Fundo de Cultura da Bahia e realizado pelo coletivo da Casa do Boneco de Itacaré e pela comunidade do Quilombo Lagoa Santa, também distribuirá um kit e um catálogo de filmes com recorte étnico-racial, propondo o enfrentamento da visão fragmentada, inferiorizada e invisibilizada do negro em relação à sua história e identidade afro brasileira e africana.


SERVIÇO

O QUÊ? Mostra Audiovisual Quilombo Incena e Fórum Baiano de Cinema Comunitário
QUANDO? De 29 de outubro a 03 de novembro
ONDE? Quilombo Lagoa Santa – Ituberá (BA)
QUEM VAI? Comunidade local, cineastas, estudiosos e coletivos cineclubistas e/ou de cinema comunitário, poder público
QUEM REALIZA? Casa do Boneco de Itacaré, Rede Mocambos, Coletivo Nordeste Livre, Comunidade do Quilombo Lagoa Santa
QUEM FINANCIA? Fundo de Cultura da Bahia
QUEM APOIA? União de Cineclubes da Bahia, Associação Baiana de Cinema e Vídeo/ Associação Brasileira de Documentaristas, Cinemateca da Embaixada da França


CONTATOS
Ronaldo Eli/Dani Negra Jeje (Imprensa) – 73 9199 6986
Say Adinkra (Coordenação) – 73 8141 5528