segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Encontro Laroiê de Comunicação Comunitária


Data: 10 de novembro - sábado


16h - Roda Exú
Colaborador - José Balbino
Comunicação e construção dos estereótipos da sociedade e da mídia
Analise da mídia comunitária e da mídia convencional: enxergando confluências (im) possíveis
Linguagens e movimento de comunicação livre e o direito humano à comunicação

19h - Roda Tambor
Cultura Digital e a garantia dos direitos das comunidades tradicionais - a Experiencia dos Índios Online - Jaborandy e Potira Tupinambá
Tambor e Oralidade - Pedagogingas comunicativas - Mestre Jorge Rasta
Audio Visual e o direito à informação - Cinema e Agroecologia no Cine Mocambo - Cláudio Lyrio

20 h - Cine Laroiê

Data: 11 de novembro - Domingo  

9 às 12h - Montagem de uma rádio livre com transmissão ao vivo
Colaborador - Sérgio Melo
Debates: O papel das rádios livres como meios de comunicação popular e instrumentos de transformação social/ Legislação, direito à comunicação, liberdade de expressão 
Relato de experiências com rádios livres em comunidades indígenas e no Ponto de Cultura Coco de Umbigada, de Olinda - Pe, integrante da Rede Mocambos.

Local: Casa do boneco de Itacaré - Rua Praia da Concha 41 Bairro concha
Itacaré Bahia - contato casadobonecodeitacare@gmail.com 73 9133 4104


IF Baiano Campus de Itapetinga continua o ciclo de intercambios com os seus estudantes e a Casa do Boneco: Por uma pedagogia anti racista!

 No fim de semana de 27 e 28 de outubro, a Casa do Boneco voltou a receber grupos de estudantes do IF Baiano Campus Itapetinga. Graças ao esforço de um grupo de professores daquele campus, desde o ano passado, a Casa do Boneco consegue fortalecer seu Programa de Educação Anti Racista  promovendo oficinas , vivências e rodas de conversa onde estudantes podem experienciar da vida comunitária do coletivo tanto em sua sede na cidade quanto na Fazenda Quilombo D'  Oiti. O conjunto de atividades que envolve exibição de vídeos, oficina de percussão, oficina de artesanato, estética negra, trilha, apresentações culturais e rodas de conversa, conseguem trazer a tona temas importantes como o racismo, cultura negra, intolerância religiosa, diversidade, equidade, cumprindo com o papel da educação que muitas vezes os muros da instituição não oferecem: o contato com a vida, com o outro, com a diferença, com a desmistificação dos mitos que a sociedade capitalista impõe. Em novembro, a Casa do Boneco estará indo para Itapetinga, para dar continuidade aos intercâmbios, dessa vez na própria instituição.